O DIÁRIO DE ANNE FRANK


Resumo do livro O DIÁRIO DE ANNE FRANK

Publicado originalmente em 1947, "O Diário de Anne Frank" já foi lido por milhões de pessoas em todo o mundo. Esta edição, porém, traz pela primeira vez a íntegra dos escritos de Anne, com todos os trechos e anotações que o pai da menina cortou para lançar a versão conhecida do livro. É comovente descobri que, no contexto tenebroso do nazismo e da guerra, ela viveu problemas e conflitos de uma adolescente de qualquer tempo e lugar. Neste volume, o leitor acompanha o desabrochar da sexualidade de Anne, surpreende-se com a relação conflituosa que a jovem tinha com a mãe e se emociona com sua admiração sem reservas pelo pai. Anne registrou admiravelmente a catástrofe que foi a Segunda Guerra Mundial. Seus diário está sempre entre os documentos mais duradouros produzidos neste século, mas é também uma narrativa terna e incomparável, que revela a força indestrutível do espírito humano.

O Sinopse do Livro está de cara nova. Acesse http://www.sinopsedolivro.net para visitar o nosso novo site com esta e muitas outras sinopses e novas funcionalidades

Autor:
Anne Frank




16 comentários:

Raquel disse...

bom todo dia minha professora ler e eu fico admirada ela passou por tantas dificuldades e morreu tao cedo aos 13 ou 14 eu nao me lembro mas eu gostei muito do livro que lea fez ele faz as passoas prestarem mais atenção por que é muito interessante!!! é por isso que eu gosto da anne frank!!!

Filipa disse...

Esta é uma história verídica de uma rapariga que passou dois longos anos da sua adolescência num anexo, escondida da Gestapo. Ela e a sua família foram vítimas de perseguição tal como milhares de judeus. Foi durante esses dois longos anos, que Anne, escondida de tudo e de todos escreveu este Diário para “aliviar o coração”, como ela dizia. Passado esse tempo e após uma denúncia, Anne e todos os que estavam no anexo, foram levados para um campo de concentração. O Diário que Anne escrevera foi mais tarde entregue ao pai, único sobrevivente, que o mandou publicar, sabendo que estava a concretizar um desejo da filha.
Aconselho a todos os que ainda não leram este livro, a lerem-no, pois só assim tomam consciência de um dos mais comoventes relatos do imenso sofrimento provocado pelo Nazismo.

Francisco C Sena disse...

É incrível como ainda existem déspotas que tentam desqualificar o caso de Anne , para tentarem minimizar os danos do Holocausto, para o mundo.O caso de Anne guarda relações com muitos jovens negros e favelados brasileiros que se inclausuram em seus "sótãos" de papelão e zinco, quando da operação de grupos fardados, armados, legitimados por grande parte da mídia e da sociedade que durante anos sequestraram, torturaram e mataram muitos de seus amigos, vizinhos e familiares. O terror é semelhante nessa barbárie carioca.

Maria Jandira(estudanteee) disse...

uow! eu assisti o filme "Escritores da Liberdade" é mtoo bom todos deveriam ver!!!

Anônimo disse...

gostei da menina do primeiro comentario ela gosta de Junstin eu eu tbm mas Anne tbm é legalzinho viu

Anônimo disse...

Gosty dos comentários vó procura olivro

M@hh 100% Emoxinha!!! disse...

Sab ñ li o livro aind' + tm kara d sr d@ orinha
Há eu TOH KRENTY PRESSIZANDO D ALGUÉN PR´ MI AMA !!!!!!!!!!

Anônimo disse...

será que esta pessoa que se identifica como , EMOXINHA, é alfabetizada?ela precisa ser orientada, no sentido de que pra se ler algo,´se faz necessáro tambem saber escrever, viu queridinha?

Luana disse...

Ola bem guando eu estava no ensino medio meu prof falou deste livro. Bem li um bouco gostei da historia que comprei o livro, nao mim arependo d ter comprado ja li mais de..esqueci ate quantas vezes ja li,bem eu recomendo n irao se arempendr.em li um bouco gostei da historia que comprei o livro, nao mim arependo d ter comprado ja li mais de..esqueci ate quantas vezes ja li,bem eu recomendo n irao se arempendr.

Sandra disse...

Estou a ler agora o livro de Anne Frank para a escola e sinceramente até agora...não me dececionou. Muito bom mesmo. Desde os relatos da guerra até ás discussões que tinha com a mãe. Retrata mais ou menos o dia a dia de uma adolescente normal, mas que foi, infelizmente, forçada á autorreclusão(acordo ortográfico). ;D

Ary disse...

O diário é uma fraude. Sinto desapontá-los. O verdadeiro autor do livro ganhou uma ação de indenização do sr. Otto Frank, em 1959. Ele cobrou os direitos autorais sobre o livro. Foi num tribunal americano. Sinto muito, pessoal...Mas é uma fraude.

Jessica disse...

Vi um trecho desse livro que álguem postou no facebook. Me chamou a atenção e eu gostaria de ler! O nome tbm me paraçeu interessante! Obrigada Amigos ���� vou compra-lo. Bjin

Anônimo disse...

<.>
Minha amiga quer ler esse livro.

Anônimo disse...

O livro escritores da liberdade, fala muito sobre Anne Frank, vcs não vão se arrepender é muito bom...

Anônimo disse...

Olha ninguém te perguntou se tua amiga quer ler o livro, se ela quer ela lê o.O

Anônimo disse...

Geent a Anne era virgem ou ñ ??